marca_barcelona

Há diversos textos de qualidade falando de como o Barcelona, o time de futebol catalão, é um exemplo de gestão de marca. Realmente eles imprimiram um formato, ao menos no mercado deles, diferente dos concorrentes e que dá resultado. É sobre isso que quero falar rapidamente.

Não vejo a vitória acachapante sobre o Santos semana passada como apenas um amistoso de início de temporada (pra eles), mas um exercício de posicionamento. Alguém acha mesmo que o time que empata com o Lechia Gdansk da Polônia poucos dias antes teve o mesmo comprometimento da goleada? Ok, entendo que o “futebol é dinâmico” e “tudo pode acontecer”, como pregam os comentaristas, mas não tanto assim.

Vamos lá: uma coisa é golear o norueguês Valerenga, ou até, com todo respeito, um Málaga ou Celta de Vigo, outra coisa é golear o Santos Futebol Clube, time do maior jogador de futebol de todos os tempos (Pelé), conhecido por ser um formador de craques, que tem uma história gloriosa e reconhecimento no mundo.

Na minha visão, além da diferença técnica (que não está em discussão aqui), o esforço foi realmente maior para mostrar ao mundo que sua filosofia, seu famoso tiki-taka, sua forma de montar o time e gerenciar seus negócios funciona muito bem – a ponto de derrotar com muita folga uma camisa tradicional e icônica do futebol mundial.

É o que uma marca precisa fazer para construir seu conceito: efetivar nos momentos certos o que ela prega e mostrar resultado. E é assim que o Barcelona está fazendo gol no Santos até agora…basta ligar a TV ou abrir qualquer jornal.

(Foto: site ESPN)

 

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...