“Presente” é um tempo verbal que parece não ser conjugado pelas empresas. Podemos perceber que, ao contrário das gerações, elas ficaram cada vez mais retrógradas, ou melhor, estagnadas. Não conseguiram nem acompanhar uma evolução natural do mundo, e talvez até por isso paguem um preço tão alto nessa crise econômica. Como diria meu grande amigo e pensador Rafa Campoy, “a maioria das empresas são iguais há 100 anos, continuam no fordismo”. Há uma tendência de acomodação. Não no sentido de relaxamento, mas no sentido da falta de iniciativa e atitude para movimentar-se.

Na minha opinião, as pessoas são os ativos mais importantes de uma corporação. Elas que conduzem o dia a dia e criam o ambiente de trabalho. Além de ajudar a construir ou destruir a imagem da empresa quando estão fora do local de trabalho. O princípio básico do ser humano, e principalmente do brasileiro, é o mínimo esforço. Assim as pessoas tornam-se o ponto falível do negócio. E muitas vezes camuflam-se atrás de processos burocráticos.

Quando falo de uma empresa de vanguarda (moderno é coisa antiga), foge imediatamente da minha cabeça a imagem de um local com pessoas “workaholics”, ensandecidas pelos resultados e prazos. Sou fã da meritocracia. Mas da vida saudável também. Vanguarda é ser “low profile” com assertividade. É eficiência. Cozinha especializada versus “fast food”. A correria é algo ultrapassado, o que vale é ser bem feito para não perder virtudes raras hoje em dia, como a profundidade e a consistência. O povo, sábio, sempre disse que “a pressa é inimiga da perfeição”.

O trabalho é uma troca do tempo disponível pelo recurso financeiro. Essa negociação não precisa ser necessariamente tortuosa. Pelo contrário, tem que ser prazerosa. E quando existe uma causa para abraçar sempre é. A marca tem que ser o catalisador dessa causa. Deve potencializar os esforços da empresa para alcançar seus objetivos.

Transformar seu colaborador em embaixador de sua causa é ter muito mais que apenas pessoas que funcionam (funcionários) na rotina diária, é ter sempre uma equipe remando vigorosamente na mesma direção, em busca dos triunfos.

Dá pra ser eficiente com tranqüilidade. Dá pra ser dinâmico e assertivo em um ambiente saudável. Dá pra gerar resultados e viver a vida. É possível proporcionar ao colaborador um motivo para acordar cedo e trabalhar com satisfação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...