Essa encontrei no blog Jogo da Velha, do meu amigo, companheiro de trabalho e referência profissional Renato Winnig.

Muitas marcas utilizam a sustentabilidade como diferencial. A pesquisa Map Change traz justamente o comparativo entre a percepção e o q a marca realmente é.

Confira só essa distância no estudo mais recente (2010) na categoria alimentos e bebidas, por exemplo, aplicado a uma matriz actual (real) x perceived (percepção):

Podemos ver q as marcas de eletrônicos realmente se esforçam nesse quesito pesquisado, mas a perceção é bem diferente:

Interessante ver tb q, entre empresas de fastfood, a percepção o público tem uma percepção completamente diferente do q acontece:

Vale (muito) a pena conhecer o estudo MapChange 2010 completo. Ou baixe em PDF aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...