A respeito do post anterior, sobre a marca dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o blog Creative Review levantou uma discussão: a aplicação 2D dessa criação muito parecida com outros modelos criados recentemente (imagem acima).

Discordo totalmente. Talvez resultem em uma tangibilização com algumas semelhanças, mas com pensamentos e significados bem distantes. Se fosse assim, eles teriam q incluir a ArcelorMittal q é bem (beeeeem) mais próxima de tudo isso. Vejam só:

Na sequência o blog elogia a versão 3D do logo. Mas o questionamento levantado foi, ao meu ver, mais uma vez equivocado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...